TratamentosFisioterapia Neurológica

SÍNDROME DE DOWN

Síndrome de Down, também denominado trissomia 21, é uma anomalia genética causada pela presença integral ou parcial de uma terceira cópia do cromossoma 21. A condição está geralmente associada com atraso no desenvolvimento infantil, feições faciais características e deficiência mental leve a moderada. O quociente de inteligência de um jovem adulto com síndrome de Down é, em média, de 50, sendo equivalente à capacidade mental de uma criança de oito ou nove anos, embora isto possa variar significativamente.

Tratamento

As crianças com Síndrome de Down frequentemente apresentam redução do tônus dos órgãos fonoarticulatórios e, consequentemente, falta de controle motor para articulação dos sons da fala, além de um atraso no desenvolvimento da linguagem. O fonoaudiólogo será o terapeuta responsável por adequar os órgãos responsáveis pela articulação dos sons da fala além de contribuir no desenvolvimento da linguagem.

A fisioterapia é uma importante influência no desenvolvimento da criança portadora de Síndrome de Down, pois o profissional é capaz de estimular a criança portadora da SD a atingir os mesmos objetivos que os bebês atingem sozinhos, como gatinhar, sentar, ficar em pé, correr e andar.

É provável que a criança com a SD possa realizar essas tarefas sozinhas, mas a fisioterapia pode facilitar a estimulação. O bebê com a Síndrome de Down que não realiza fisioterapia corre grande risco de só conseguir atingir esses movimentos perto de sua adolescência.

Indicação

  • Crianças;
  • Adolescentes;
  • Adultos