TratamentosFisioterapia Respiratória

Asma Brônquica

A asma é uma doença inflamatória das vias aéreas que se manifesta como crises de falta de ar, apresenta um edema da mucosa brônquica que resulta na contração dos brônquios e bronquíolos, gerando diminuição de seu diâmetro e consequente redução ou obstrução total do fluxo de ar. Esse estreitamento geralmente é reversível, espontaneamente ou através de medicações porém pode também tornar-se permanente. Além da presença de células inflamatórias nas vias aéreas tem-se também exsudação de plasma, hipertrofia dos músculos brônquicos, rolhas de muco e descamação do epitélio, o que ajuda na obstrução dos tubos respiratórios.

As causas da doença não são bem fechadas, podendo ser gerada pelas tais alterações: climáticas, cheiros fortes, poeira, mofo, tabaco, pólen, fumaça, pelos e alguns alimentos ou medicamentos. Esses estímulos podem desencadear crises de asma ou piorar a inflamação crônica das vias aéreas. Outros fatores como irritantes químicos, estímulos emocionais, atividade física exagerada e reações a determinados medicamentos podem provocar crises, mas não agravam a inflamação subjacente. Pode ter como causa também o fator genético.

Tratamento

O tratamento consiste em acompanhamento com o pneumologista, sendo feito exames de rotina como por exemplo a espirometria para medir a função pulmonar e acompanhamento com o fisioterapeuta respiratório.

Fisioterapia no tratamento da asma

A avaliação e o tratamento fisioterapêutico da criança com asma é baseado na situação clínica do momento. Dentre os principais pontos a serem considerados na avaliação, devem-se determinar o padrão ventilatório e a expansibilidade torácica, investigar a presença ou acúmulo de secreções brônquicas, observar os distúrbios posturais e investigar a qualidade de vida. Com os dados clínicos, o profissional consegue traçar uma conduta de tratamento para aquele paciente visando a melhora do quadro de acordo com sua atual necessidade.

Atualmente existem várias técnicas descritas pela literatura, porém poucos estudos têm sido desenvolvidos a fim de compreender melhor sua aplicabilidade clínica e demonstrar seus resultados. Os objetivos gerais das principais técnicas utilizadas são a desobstrução brônquica, a melhora da expansibilidade torácica, a reeducação postural, o reequilíbrio muscular e a reabilitação e o condicionamento físico.

Indicação

  • Crianças;
  • Adultos;
  • Idosos.